O segundo dia da BorCon começou bem legal. Tive a oportunidade de bater um papo com Nick Hodges e David I na sala dos palestrantes, antes da palestra do Nick.

 
David I, eu e Nick Hodges

A palestra dele foi bem legal e acabou detalhando alguns pontos de interesse dos usuários.

Kylix: Questionaram o Nick sobre isso, e neste momento ele perguntou para os presentes, quantos precisavam de uma IDE que suportasse Linux. Um ou dois levantaram a mão. Então ele concluiu, aí está sua resposta: “Não existe mercado para uma IDE Linux”. Ele usou a mesma abordagem para justificar porque não existe suporte a Mac. A resposta oficial é: “Estamos focados na plataforma Windows”.

VCL.NET no Mono: Ele assumiu que a VCL.NET depende do Windows e eles não tem planos de mudar isso.

Componentes WinForms em VCL.NET: Existem algumas limitações em usar componentes WinForms em aplicativos VCL.NET, Nick disse que não existem planos de melhorar isso.

VCL para Compact Framework: Suportará apenas VCL.NET e não WinForms. Deve chegar como um update gratuito, cerca de 6 meses após o lançamento do Highlander.

SubVersion: O DTG migrou o controle de versão do Delphi para o SubVersion, ou seja, eles já não estão mais utilizando o StarTeam da Borland. Com isso, Nick disse que a integração da IDE com o SubVersion tende a ser bem melhorada. Essa acredito que foi a notícia mais inesperada, mas faz sentido. Com a divisão das empresas, a “DevCo” precisaria pagar para a Borland pelas licenças do StarTeam, então certamente o principal objetivo da mudança foi a redução de custos, sem contar é claro que o SubVersion é muito poderoso.

Highlander: Nick fez alguns demos da nova versão do Delphi, mostrando dois novos recursos. Generics e Partial Classes. Está confirmado que estes recursos estarão disponíveis para .NET, mas Nick disse que fará o possível para que tenhamos também em Win32.

A palestra seguinte que assisti foi sobre Live Templates e Refactorings do Adriano Silveira. A palestra foi interessante pois como estou acostumado com as facilidades do ModelMaker CodeExplorer, acabo não investindo muito tempo para conhecer os recursos parecidos que a IDE vem implementando.

Depois vi a palestra do Renato Quedas, sobre gerenciamento integrado de testes. Gostei de ver o Borland Gauntlet, uma ferramenta interessante de integração contínua, que eu citava nos slides da minha palestra porém nunca tinha visto a ferramenta ao vivo. Infelizmente por enquanto ela funciona somente para Java. O suporte a .NET vem em breve, mas Win32, não existe previsão.

Após o coffee break, foi a vez da minha palestra sobre automação de builds no auditório principal. Espero ter conseguido passar a idéia para o pessoal. O que me deixou satisfeito foi que a maioria não utilizava builds automatizados então a chance da palestra influenciar o processo deles era maior.

O encerramento foi bem legal, com um show de malabaristas representando problemas do dia-a-dia do mercado de software. Gostei mais do que o show de samba no encerramento do primeiro dia.

Acompanhe todas as fotos no Flickr.