Ser desenvolvedor nos dias de hoje não é nada fácil. Novas tecnologias surgem a todo momento e você vive constantemente tomando decisões. Vou desenvolver em Windows ou Web? ASP.NET ou PHP? WebForms ou VCL? .Net ou Win32? Intraweb ou WebBroker? Report Builder ou Rave? Firebird ou SQLServer? Delphi ou C#?

Enfim, você precisa tomar muitas decisões e estas decisões são importantíssimas. Se você trabalha em uma grande empresa, que tem alguém que toma essas decisões por você e as impõe, por pior que seja, já tirou uma grande bucha das suas costas. Agora se você é o responsável por tomar estas decisões, tem que estar preparado. Algumas dessas decisões podem significar meses ou até anos de trabalho envolvido, sem falar no dinheiro direto investido em ferramentas, licenças, etc.

Alguns dias atrás joguei uma pergunta para alguns amigos desenvolvedores (maioria Delpheiros): “Na sua opinião, qual a melhor tecnologia para iniciar um projeto Windows (não web) que será mantido por anos a fio?”. As opções eram:

  • VCL Win32
  • VCL.Net
  • WinForms
  • XAML WinFX (nova tecnologia que virá com o Windows Vista)

Obtive poucas respostas, infelizmente, mas basicamente o concenso foi: “Se fosse um projeto com prazo curto, utilizaria VCL Win32, pois é a tecnologia que já domino, mas se fosse prazo longo, faria em WinForms.” Além disso, duas outras opiniões me chamaram a atenção:

  1. VCL.Net foi muito mal cotado
  2. Para fazer em WinForms, o Delphi já não é tão atrativo

De fato, tenho observado os newsgroups da Borland sobre VCL.Net e pouquíssimas mensagens circulam por lá, o que aponta um grande desinteresse geral pela tecnologia. Sobre qual IDE usar para WinForms, confesso que tenho testado o Visual Studio já há algum tempo e ele está melhorando muito. Em estabilidade, se comparado ao Delphi 2005, o Visual Studio está muito a frente.

Precisei usar o VS pela primeira algum tempo atrás em um pequeno projeto, devido a um bug revoltante no D8 e D2005, que não cria projetos ASP.NET em nenhum dos notebooks HP aqui da empresa. Foi minha primeira experiência com C#. E gostei.

Agora resolvi começar um novo projeto piloto usando VS 2005, C# e WinForms, e uma abordagem totalmente orientado a objetos, ou seja, sem usar datasets. Usando objetos de negócios para representar as entidades do meu sistema, além de um OPF (ou OR Mapper) para gerenciar o mapeamento de minhas classes com o banco de dados.

Estarei desenvolvendo o projeto nas horas vagas, e descrevendo o andamento aqui. Além disso, sempre que possível estarei comparando o processo com o desenvolvimento Delphi VCL Win32, que é onde eu tenho mais conhecimento.

Para facilitar quem acompanha ou acompanhará isso no futuro, estarei criando uma nova categoria para meus posts: Visual Studio, onde colocarei pontos relacionados a IDE de modo geral. Tópicos relacionados a C# já tem sua própria categoria.