Estamos iniciando um grande projeto web em ASP.NET aqui na empresa e nos últimos dias fiquei avaliando todas as opções que tinha a disposição:

PHP: Gosto dele, mas não a ponto de usar em um grande projeto. Testei algumas IDEs, mas sempre acabo voltando para o TextPad, um editor simples que uso para arquivos texto.

Ruby on Rails: Muito legal e atualmente em evidência, porém, a falta de uma IDE robusta me fez deixá-lo de lado. No início achei que poderia ficar sem a IDE, mas depois que viciei nos refactorings do MMX entre outras facilidades, ficou mais difícil do que eu esperava. Percebi que adoro IDEs cheias de recursos, principalmente para grandes projetos. Além disso, precisaria investir um pouco mais de tempo no estudo do Ruby, que é um pouco diferente das outras envolvidas.

Visual Studio 2005 e ASP.NET 2.0: Esse ficou em segundo lugar. Tem muita coisa legal aqui. Poderia usar C# ou Chrome e me sentiria praticamente em casa. O que pegou aqui foi a parte de acesso a dados. Os novos DataSources facilitam bastante as coisas, porém, se quisesse trabalhar com classes ao invés de DataSets teria que escrever toda a camada de persistência. Testei alguns OPFs como o NHibernate e o WORM, porém, eles não suportam os novos ObjectDataSources, e eu teria que escrever bastante código para que funcionassem da forma que eu queria. Além de ter que gerenciar alterações no banco e nas classes separadamente.

Delphi 2006, ASP.NET 1.1 e ECO: E o Oscar vai para… nosso querido Delphi! Que aliado ao ECO, nos proporciona um prazer imenso em desenvolver. Ele (ECO) ainda tem uns probleminhas sim, hoje mesmo esbarrei em um bug, que passei para o time de desenvolvimento e me disseram que já foi corrigido e deve estar disponível no próximo update. Mas mesmo assim, ele é muito mais produtivo, pelo menos para mim. O único que chega perto da produtividade do ECO é o Rails, mas a falta de IDE boa e ferramentas adicionais acabam deixando o Rails um poco em desvantagem. O ASP.NET 2.0 melhorou bastante se comparado ao 1.1 que estarei usando em conjunto com o ECO, mas teremos ASP.NET 2.0 no ECO em breve, e dá pra aguentar até lá.

Dentre todas as linguagens testadas, o Delphi (linguagem, não IDE) certamente é a mais engessada de todas, e é a que mais precisa de melhorias. Quando trabalhamos com C# e principalmente Chrome, percebemos como tem coisa no Delphi que pode ser melhorada. Espero que a nova empresa que assumir o Delphi realmente coloque ele de volta onde merece estar, ou seja, entre as melhores linguagens para o desenvolvedor, porque com o passar do tempo, o Delphi estacionou, enquanto essas outras, só evoluíram.

Além disso, o Delphi é de longe, a ferramenta mais cara de todas, e isso também precisa ser levado em consideração. Ao utilizar o ECO, estarei me comprometendo com o Delphi Enterprise no mínimo, que deve custar em torno de R$ 7.000. É um investimento altíssimo se comparado as outras ferramentas. Quem sabe a nova empresa não reveja a política de preços também? Seria muito bom.

Mas conclusão, continuo apostando muito no Delphi, afinal, a esperança é a última que morre! :)