Por essa eu não esperava, mas não deixa de ter muita lógica. Este artigo do InfoSyncWorld comenta que a palmOne pode considerar outras plataformas além do PalmOS para seus dispositivos. Isso não deixa de ser lógico se pensarmos nela como empresa totalmente independente da PalmSource, que ficou com responsável pelo PalmOS após a divisão da antiga Palm.