Se meu último post te deixou interessado nesta fantástica plataforma, vou dar algumas dicas para saber mais.

Lembre-se que Ruby é a linguagem e Rails é o framework para desenvolvimento web. Algo como Delphi e ASP.NET respectivamente.

Para os mais estudiosos de orientação a objetos, o Rails é totalmente MVC (Model-View-Controller), separando toda a lógica de negócios do camada de apresentação. Com isso, ele praticamente te obriga a programar de forma muito organizada.

A primeira vez que me lembro ter lido sobre Ruby e Rails foi no blog do Ronaldo, quando ele postou este tutorial. É um bom ponto de partida e é em português.

Este tutorial em inglês também é legal.

Assista este vídeo, é uma boa forma de ter uma noção do que é Ruby on Rails sem muito esforço.

Viu tudo até aqui e gostou? Compre este livro. A versão em PDF custa US$ 22,50, aproximadamente R$50. Miséria pelo material que você vai ter em mãos.

Depois de ficar de queixo caído com Rails, você precisa começar a estudar Ruby (eu não sei quase nada ainda).

Em português uma opção é o tutorial de Ruby do TaQ, o qual confesso não ter consultado muito ainda, mas com certeza é mais uma referência interessante.

O livro Programming Ruby está disponível completo online e de graça.

Como IDE, estou usando o Eclipse, com o RDT. Mas existe também a FreeRIDE (escrita em Ruby) e o JEdit com plugins para Ruby, tudo free. Comercial existe a Arachno Ruby IDE.

Na comunidade brasileira, existe um grupo Ruby na rede U-Br onde quase ninguém escreve nada. Onde o bicho pega mesmo é na lista internacional do Rails.

Hospedagem no Brasil, que eu saiba somente a Locaweb, e em caráter experimental, ou seja, você precisa solicitar para eles configurarem para você. Ainda não testei.

Com isso acho que dá pra dar um start legal. :)