O SuperWaba é uma plataforma de desenvolvimento de aplicativos para portáteis (PDAs, smartphones) criado pelo brasileiro Guilherme Campos Hazan. É um projeto open source com particularidades no esquema de licenciamento para desenvolver aplicativos fechados.

Usa linguagem Java, mas com uma série de vantagens sobre o J2ME, portanto, se você pretende utilizar Java para desenvolver para portáteis, talvez seja interessante conhecer o SuperWaba. A novidade desta nova versão é o suporte ao sistema operacional Symbian OS 7, que roda em aparelhos celulares Nokia, entre outros.

Nós desenvolvemos software para portáteis na Cadena, e aqui nossa opção sempre foi utilizar ferramentas que geram código nativo para cada plataforma, pois a performance e flexibilidade que isso nos proporciona é imbatível. Além disso, a maior parte de nossos projetos não precisa rodar em mais de uma plataforma.

Em vários momentos testamos opções multi-plataformas como J2ME, mas o resultado sempre foi sofrível tanto em performance como em interface com o usuário, comparado a ferramentas como PocketStudio. O PocketStudio é muito parecido com Delphi, além de usar linguagem Pascal. Você joga os componentes na tela, posiciona da forma que quiser e insere o código. Em ferramentas como J2ME para construir uma interface decente é muito difícil. Porém, uma desvantagem do PocketStudio é não ser orientado objetos, então ficamos presos a programação totalmente procedural, o que é um parto.

Ainda não testamos o SuperWaba, mas faz um bom tempo que ele está no mercado, e aparentemente tem melhorado continuamente. Mas no final das contas todos temos que pesar os prós e contras de cada ferramenta e decidir a que nos atende melhor.